0

Resenha: Gone — Deborah Bladon


Atenção: Essa resenha pode ou não conter spoilers, você é livre para ler, mas foi avisado.

GONE

Lilly, a personagem principal, decide entrar em um aplicativo para relacionamentos e acaba conhecendo Parker, por diversão e “inocentemente” ela manda uma calcinha para ele, uma foto seminua e uma carta bastante comprometedora, o que ela não esperava é que a carta caísse nas mãos do meio irmão de Parker, Clive Parker, o CEO da empresa dos seu sonhos.
Depois de vários meses tentando um emprego na Corteck Lilly finalmente consegue, usando o nome de Parker para a contratação, mas consegue, e é ai que começa a historia.
Na minha opinião o enredo da historia é maravilhoso, a ideia da autora para a historia foi boa, mas eu percebi que Deborah Bladon não é uma autora que eu gosto do tipo de escrita.
Primeiro a historia tem muitos buracos, um capitulo terminava de um jeito e no próximo capítulo ela mudava para uma cena diferente, varias vezes eu voltei algumas paginas para me certificar que eu não estava perdendo alguma coisa.
A segunda coisa que eu não gostei é que a autora não parece definir uma personalidade para Lilly, constantemente eu me peguei pensando se ela ou Clive eram bipolares.
Me chamou também atenção foi que a autora escreveu uma coisa tão... irreal, é algo que eu não sei explicar mas foi muito difícil imaginar as cenas, na minha opinião ela poderia fazer muito mais com a historia, mais diálogos com diferentes personagens sem ser só Lilly e Clive juntos, ela passou muito batido pelos outros personagens. Foi tudo um grande clichê impossível sem sal.

Deborah Bladon é com certeza uma autora que eu vou evitar de agora em diante. 

0 comentários:

Postar um comentário

 
Voltar ao Topo da Página